Make your own free website on Tripod.com
V Copa do Mundo da FIFA - 1954
Nándor Hidegkuti
Home

nndorhidegkuti.jpg

Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/N%C3%A1ndor_Hidegkuti

Nándor Hidegkuti (Budapeste, 3 de Março de 1922 – Budapeste, 14 de Fevereiro de 2002.) foi um futebolista e treindor húngaro. jogou como atacante e a maioria de sua carreira jogando no MTK Hungária. Durante os anos 50 foi um proeminente jogador daquela seleção húngara apelidada de "Mighty Magyars". O time também contava com Ferenc Puskás, Zoltán Czibor, Sándor Kocsis e József Bozsik. Em 1953, jogando como um centroavante mais enfiado, Ele marcou três gols na vitória da Hungria frente à Inglaterra em Wembley por 6 a 3. Jogando em profundidade, Hidegkuti podia distribuir a bola para os outros quatro atacantes e causava uma considerável confusão na defesa inglesa. Era uma inovação para a época e revolucionou o jeito que o jogo era disputado. Também conhecido como segundo artilheiro (Second Striker ou SS) como jogam hoje Teddy Sherringham e Wayne Rooney por exemplo.

Como treinador Hidegkuti dirigiu clubes na Hungria, Itália, Polônia e Egito. Em 1961 ele levou a Fiorentina da Itália à vencer sua primeira Recopa Européia, batendo o Glasgow Rangers da Escócia por 2 a 0 em Glasgow e 2 a 1 em Florença nas finais. Com o Vasas Győr ETO FC ele venceu a Liga Húngara em 1963 os levou à semifinal da Liga dos Campeões da Europa em 1965 onde eles perderam para o Benfica que seria o vice-campeão daquele ano.

Hidegkuti morreu em 14 de Fevereiro de 2002 depois de sofrer com problemas cárdio-pulmonares por algum tempo. O MTK Hungária renomeou seu estádio para Estádio Hidegkuti Nándor em sua homenagem.

Hidegkuti começou a jogar pelo MTK em 1947. Em 1949 quando  Hungria se tornou um estado comunista, O MTK foi tomado pela polícia secreta, o ÁVH e subsequantemente mudou seu nome várias vezes. Inicialmente se tornaram Textiles SE, depois Bástya SE, e depois Vörös Lobogó SE e finalmente voltaram a ser MTK Hungária. Tirando esta turbulência, os anos 50 proveram uma era de sucesso para o clube e foi no MTK que Hidegkuti, junto com Péter Palotás e o treindor Márton Bukovi, foi pioneiro na posição de centroavante. Com um time que incluia Mihály Lantos e József Zakariás, o MTK e Hidegkuti venceram três ligas húngaras, uma Copa da Hungria e uma Copa Mitropa. Em 1955, como Vörös Lobogó SE, eles também jogaram a Liga dos Campeões da UEFA pela primeira vez. Hidegkuti marcou duas vezes nas vitórias sobre o RSC Anderlecht da Bélgica na primeira fase (6 a 3 e 4 a 1). Depois de se aposentar como jogador, Hidegkuti também teve duas passagens como treinador do MTK Hungária.

Entre 1945 e 1958, Hidegkuti foi capitão 69 vezes e marcou 39 gols pela Hungria. Marcou duas vezes em sua estréia no dia 30 de Setembro de 1945 numa vitória por 7 a 2 sobre a Romênia. Dois anos depois, em 17 de Agosto de 1947, ele jogou pela segunda vez pela seleção e marcou três gols contra a Bulgária. Em 18 de Novembro de 1951 fez mais três contra a Finlândia.

Apesar de parceiros de time no MTK, Hidegkuti and Péter Palotás eram rivais por um lugar na seleção. Apesar de marcar nas semifinais contra a Suécia e ajudar a Hungria a vencer a medalaha de ouro olímpica em 1952, Hidegkuti não se firmou como titular da equipe até o fim daquele ano. Em 19 de Setembro de 1952 em um jogo válido pela Copa Internacional da Europa Central contra a Suíça, com a equipe perdendo por 2 a 0 depois de meia hora, o técnico substituiu Palotás por ele. Inspirados por Hidegkuti, os húngaros empataram antes do fim do primeiro tempo e eventualmente venceram por 4 a 2. No dia 17 de Maio de 1953 ele ajudou a Hungria a vencer a Copa Internacional da Europa Central quando marcou na vitória de 3 a 0 sobra a Itália no Estádio Olimpico de Roma.

Porém foi no jogo contra a Inglaterra em 23 de Novembro de 1953 que levou Hidegkuti ao status de lenda. Passados apenas 45 segundos József Bozsik deu o passe para Hidegkuti, que chutou forte da entrada da área. Apesar do empate inglês, Hidegkuti retomou a liderança quando somou um segundo gol depois de passe de Sándor Kocsis. Marcou o terceiro no segundo tempo e selou a vitória húngara por 6 a 3 e voltou para casa coroando Ferenc Puskás. Hidegkuti marcou novamente contra a Inglaterra na vitória por 7 a 1 em Budapeste, dia 23 de Maio de 1954 e marcou quatro gols na Copa de 1954.

Volta à página principal