Make your own free website on Tripod.com
V Copa do Mundo da FIFA - 1954
Frases sobre a Copa do Mundo de 1954
Home

  • "Zizinho jamais fará parte novamente de um 'scratch' brasileiro." (José Lins do Rêgo, chefe da delegação brasileira, anunciando a não-convocação do melhor jogador do país no momento).

  • "Os árbitros europeus têm horror aos negros." (Zezé Moreira, técnico da seleção brasileira).

  • "A defesa húngara é o mesmo que uma porta mal fechada." (Pinga, atacante da seleção brasileira).

  • "Não viemos à Europa bancar os 'globetrotters'." (Zezé Moreira, técnico do seleção brasileira, descarta 'show' do Brasil na chegada da delegação à Suíça).

  • "Não pensemos na família; pensemos na necessidade de defender o Brasil." (Zezé Moreira, técnico do Brasil, antes do embarque para a Suíça).

  • "O melhor do time do Brasil é Julinho." (Puskas, craque da seleção da Hungria, vice-campeã do mundo em 1954, se preocupa com a arma da seleção brasileira).

  • Rahn chuta! Gol! Gol! Gol! Gol! (Gritos do locutor alemão Herbert Zimmerman após o terceiro gol da Alemanha na final da Copa contra a Hungria, conhecida como o 'Milagre de Berna').

  • "Façam milagres, mas derrotem os húngaros!" (Lyra Filho, ministro do Tribunal de Contas do Estado da Guanabara, antes da derrota do Brasil).

  • "Não me interesso pela seleção dos outros." (Zezé Moreira, técnico do Brasil, antes de enfrentar a Hungria).

  • "Para a população carioca, Brasil campeão do mundo!" (Manchete do jornal "Última Hora" dois dias antes da derrota para a Hungria).

  • "O Brasil era covarde. Fizemos quatro gols nos momentos em que o jogo percorreu a normalidade. Nós éramos melhores e ganharíamos quantas vezes precisássemos." (Kocsis comenta a vitória da Hungria sobre a seleção brasileira).

  • "Nossa seleção perdeu a Copa porque desprezou o torneio. Eu não conseguia sentir na esquadra o mesmo fervor da Olimpíada." (Kocsis, húngaro artilheiro da Copa do Mundo, critica comportamento dos companheiros).

  • "Os cartolas, esses infelizes que pululam em escala no futebol brasileiro, contribuíram para a nossa derrota." (Julinho Botelho, craque do Brasil na Copa do Mundo de 1954).

Volta à página principal